segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Vou ter dores na coluna pelo resto da vida? Qual a correlação da Dor e Exame de Imagem?

Nova pesquisa esquenta o debate sobre a realização desnecessária de exames de diagnóstico, colocando em xeque até que ponto eles são realmente benéficos à saúde.
A realização excessiva de exames é vista hoje como um dos mais graves problemas da saúde pública. Além dos custos elevados, há um questionamento sobre o impacto que isto gera no comportamento do paciente com dor.
A Ressonância Nuclear Magnética (RNM) é excelente para a avaliação da coluna, no entanto estes exames tem sido solicitados em demasia para um problema em que a avaliação clínica é muito mais importante para o diagnóstico e tratamento corretos.
A Campanha Choosing Wisely (“Escolhas Sábias”) é uma iniciativa da instituição americana ABIM (American Board of Internal Medicine), e busca um trabalho de conscientização dos médicos em relação ao uso racional da tecnologia diagnóstica e terapêutica, através de discussões nas sociedades de especialidades médicas
Vale ressaltar que é quase impossível em uma ressonância de coluna lombar de adulto, não haver alguma  alteração degenerativa, ou seja por desgaste, como protrusão de disco, artroses ou osteófitos (“bico de papagaio”). E ainda, 25% das pessoas que não sentem nada têm hérnia de disco na ressonância. Portanto, se você tem uma hérnia de disco, saiba que não está sozinho na população e que em 90% dos casos o tratamento é clínico, e se for bem realizado não haverá necessidade de cirurgia ou outro procedimento invasivo.
Mas exitem pacientes que são mal informados sobre a sua dor. A solicitação de imagens precoces, pode repercutir negativamente na melhora da dor do paciente, caso o diagnóstico seja fechado. Informações precoces baseados somente em exame de imagem pode resultar em alteração no comportamento de como o paciente vai agir perante aquele resultado. "A saúde é o espelho do que pensamos"A realização de ressonância magnética precoce desnecessária é considerada IATROGENIA (erro do profissional de saúde) e causa muitas vezes dano psicológico a boa parte dos pacientes que passam a proteger a coluna “danificada” e a se tornarem grandes consumidores dos serviços de saúde (Emery et al. JAMA, 2013, Webster et al. Spine, 2013)
A supervalorização das hérnias que aparecem nos exames de imagem como a ressonância magnética fica muito clara quando as pessoas dizem “a minha hérnia está se manifestando” sempre que uma dor lombar aparece. Ter uma crise de dor lombar incapacitante e ler o resultado “hérnia de disco” ou até mesmo ouvir de um profissional de saúde que a causa da dor lombar é a hérnia que aparece no exame de imagem é como se fosse uma condenação para muitas pessoas. A partir desse momento, o medo de danificar mais ainda a coluna fica claro em situações do dia a dia que envolvem principalmente pegar peso, atividades consideradas como sendo de impacto e permanecer em determinadas posturas. As limitações criadas por essas crenças incapacitantes vão desde as tarefas mais simples como dobrar o tronco para pegar algo no chão, até “não posso correr ou saltar por causa do impacto na minha hérnia”. Mas será que essas pessoas tem razão de ter esse medo?

Um boa Educação da Dor em Neurociência trás mais benefícios do que a insistência de pedidos de exame de imagens.  Uma das melhores maneiras do paciente não sofrer com a dor é ter cuidados com imagens e na comunicação. Interpretações podem ser geradas erroneamente sobre o seu problema. Propor um cuidado que busque a tecnologia apropriada à singularidade de cada paciente e de sua situação vivencial, tendo como premissa que nem sempre fazer mais significa fazer o melhor.
Luiz Fernando Sola - Especialista em Dor Crônica de Coluna
www.institutokrion.com.br

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Movimento sem Dor - Ative a sua capacidade de modificar o cérebro !

Não há droga mais eficiente para curar a Dor Crônica na Coluna do que o nosso próprio Cérebro.
A neuroplasticidade e a capacidade do seu cérebro de se reinventar.
Mas, graças a enormes avanços na área do diagnóstico por imagens e ressonâncias magnéticas funcionais, entendemos melhor como nosso cérebro funciona e começamos a encontrar coisas muito interessantes. Uma das maiores descobertas recentes é o fato de o cérebro evoluir de maneira contínua e apresentar uma flexibilidade extraordinária.
Pois é, tudo isso é verdade e comprovado pela neurociência que a cada dia avança mais em suas pesquisas e comprova que é possível remodelar o cérebro em função dos pensamentos, sentimentos, emoções, crenças e ações vividas!
Pesquisas neurocientíficas recentes mostram que o seu cérebro é muito mais maleável do que um dia se quer imaginou e que você é capaz de mudar a sua estrutura através:
• Experiências adquiridas
• Percepções dos fatos.
• De suas ações.
• E de comportamento modificado.
A cada nova experiência, emoção, sentimento ou ação, uma imensa rede de neurônios é rearranjada em toda a combinação neuronal e isso permite a mudança.
Isso de maneira prática significa que ao mudar a maneira de pensar, sentir e agir, novas ligações entre os neurônios são construídas, criando caminhos neurais diferentes e modificando a rede de conexão entre corpo e cérebro.
E se toda essa química fabulosa for instituída de maneira correta e fortalecida de maneira adequada, é capaz de mudar o rumo da sua vida na direção que você desejar! Inclusive chegando a cura e ao alívio das dores!
Você é o que você percebe!
Você é fruto de tudo aquilo que sente, pensa e efetua e ao manter pensamentos, sentimentos e ações positivas e realizadoras, você está permitindo a criação de sinapses cerebrais que por sua vez, cria novos caminhos neurais e partir disso, gera uma realidade totalmente nova que é moldada promovendo a oportunidade de conquistas e realizações positivas!
Por isso, se você deseja progredir mantenha uma atividade mental positiva constante e permita que seu cérebro trabalhe em benefício do seu bem-estar.
É importante ressaltar que quanto mais você exercitar a neuroplasticidade, mais os benefícios virão e que o foco e os sentimentos carregados de positivismo são a chave para o sucesso de seus objetivos!
Por isso mude a direção de seus pensamentos e comece agora mesmo a idealizar o mundo e a realidade que você sempre desejou.
Luiz Fernando Sola – Fisioterapeuta Especialista em Dor Crônica

www.institutokrion.com.br