segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Hérnia de Disco e Dor Ciática -Tratamento por descompressão pode ser a solução

A expressão dor no nervo ciático “ciatalgia” é normalmente usada para descrever uma dor que se propaga geralmente em uma perna quando este está sendo comprimido ou pinçado. Em adição à dor, pode haver formigamento, falta de sensibilidade e evoluir para dificuldade de movimentação e controle da perna. Pode ser sutil, aguda, como uma queimação ou acompanhada por choques intermitentes. Este incômodo doloroso pode iniciar na região lombar, passar pela nádega e ir para região lateral da perna e pé. Embora relatada geralmente como uma doença, na verdade a dor ciática é um sintoma, na maioria dos casos, ocasionado por uma hérnia de disco ou protrusão discal. A hérnia de disco  acontece , quando o disco que está localizada entre as vértebras da coluna,  migra de seu local, centro, para a periferia, em direção ao canal medular ou para os espaços por onde saem as raízes nervosas, levando a compressão das raízes nervosas que chamamos de nervo.  Acontece tanto na região lombar como na cervical também. Isso pode gerar dor no local, com irradiação no trajeto da estrutura nervosa que percorre em direção aos membros inferiores ou superiores. A dor pode ser intensa e é sentida em atividades bem simples, como ficar de pé, andar, exercer as atividades de trabalho e de vida diária e até mesmo pequenos esforços, como espirrar. Várias são as opções de tratamento para a hérnia de disco e a dor  ciática. Alguns optam pelo controle da dor por meio de medicamentos,  fisioterapia ou cirurgias - minimamente invasivas ou não, outros optam pelo tratamento por descompressão do  nervo sem cirurgia. Porém, muitos concordam que em boa parte destes casos são tratáveis e a cirurgia é em último caso. Pesquisas realizadas nos EUA mostram que técnicas de tração, descompressão dinâmica e estabilização, vêm sendo usadas com sucesso durante anos no tratamento das discopatias da coluna vertebral como as hérnias de disco. 
O tratamento por descompressão sem cirurgia é indicada principalmente quando a dor não responde a outros tratamentos, relata o fisioterapeuta Luiz Fernando Sola do ITC Vertebral. Nesses casos, temos o cuidado de indicar um tratamento chamado RMA (Reconstrução Músculo Articular da Coluna Vertebral), que é a aplicação de um protocolo de técnicas e métodos de descompressão e tração, que não são agressivos como todos pensam. O diferencial deste programa está no uso de tecnologia. Utilizamos  mesa de tração chamada TRITON DTS. Este equipamento apresenta a biotecnologia mais avançada do mundo na área da reabilitação de coluna, pois garante uma progressão segura, suave, confortável e precisa durante todo o processo de descompressão dos tecidos que envolve a coluna e que estão  pressionando o nervo. Este equipamento permite que o fisioterapeuta realize e ajuste as variáveis como velocidade, intensidade e tipo de descompressão (estática ou intermitente), que dependem de cada paciente e da patologia a ser tratada. Os pacientes recebem uma análise aprofundada para determinar se realmente ela se enquadra e, se estão aptas a receber esta terapia de descompressão. Temos tido 80 % de melhora dos casos atendidos. O tempo do tratamento depende de vários fatores que serão analisados após avaliação criteriosa. Certos pacientes podem ter uma resposta imediata ao tratamento, enquanto outros podem demorar algumas semanas para ou meses para melhorar.
Conheça nosso tratamento e saiba o local mais próximo de você: www.itcvertebral.com.br

Um comentário:

  1. Parabéns pelo blog
    Jesus já levou sobre si na cruz do calvário todas as nossas doenças, acredite sem duvidar no coração.
    Nunca deixe de procurar os médicos nem de fazer os tratamentos indicados pelos médicos, Deus nos cura de diversas formas, usando os médicos ( foi Ele que os constitui na terra para nos ajudar), ou por cura milagrosa. Devemos declarar a palavra de Deus, pois ela não volta vazia. Recebamos a cura que Jesus já nos deu.
    "Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades. Salmos 103:3
    “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
    Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” Isaías 53:4-5
    "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16"

    ResponderExcluir