terça-feira, 30 de julho de 2013

Dor Ciática e Hérnia de Disco - Como tratá-las por descompressão sem cirurgia.

Engana-se quem pensa que as temidas dores no nervo ciático são sintomas de velhice. Hoje em dia, cada vez mais jovens sofrem, graças, principalmente, aos maus hábitos rotineiros, como uma postura incorreta e a prática de esportes de maneira inadequada.
O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano, tendo o diâmetro aproximado de um dedo, mas a fama não vem de seu comprimento e sim da dor causada por ele quando pinçado. A expressão dor no nervo ciático “ciatalgia” é comumente usada para descrever uma dor que se propaga geralmente em uma perna quando este está sendo comprimido ou pinçado. Este pinçamento pode ter origem na coluna ou no músculo do bumbum chamado “piriforme”,  mas a mais comum e "verdadeira ciática" é causada pela compressão na raiz do nervo por uma hérnia, prortusão discal ou por um desalinhando da vértebra, que deve ser investigado para direcionar o tratamento.  O diagnóstico médico é muito importante para descartar qualquer outra possibilidade. A dor gerada pelo pinçamento do Nervo Ciático na região da coluna pode irradiar para o glúteo, região posterior da coxa e ir até a panturrilha e pé. Geralmente acomete só de um lado do membro inferior. Em adição à dor, pode haver formigamento, falta de sensibilidade e pode evoluir para dificuldade de movimentação e controle da perna. Pode ser sutil, aguda, como uma queimação ou acompanhada por choques intermitentes.
Hoje no mercado norte americano e no Brasil estão sendo utilizados como tratamento da coluna, os equipamentos de última geração chamados Triton DTS, que realiza a tração computadorizada da coluna lombar e cervical, e a Ergostyle Elevation que enfatiza a descompressão dinâmica da coluna vertebral.  Temos classificadas as dores ciáticas e indicado um tratamento chamado RMA (Reconstrução Músculo Articular da Coluna Vertebral), que é a aplicação de um protocolo de técnicas e métodos de descompressão e tração não agressivos como todos pensam. O diferencial deste programa está no uso desta tecnologia para promover a descompressão das estruturas que estão pinçando o nervo na coluna vertebral. Temos tido 80 % de melhora dos casos atendidos. Os pacientes recebem uma análise aprofundada para determinar se realmente ela se enquadra e se estão aptas a receber esta terapia de descompressão.
 
Luiz Fernando Sola – Fisioterapeuta ITC Vertebral Sorocaba -SP

Instituto Krion / ITC Vertebral
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário